Pick me. Choose me. Love me.
Home Ask Me About Credits

Erros meus, má fortuna, amor ardente
em minha perdição de conjuraram;
os erros e a fortuna sobejaram (foram excessivos),
que para mim bastava o amor somente.

Tudo passei; mas tenho tão presente
a grande dor das cousas, que passaram,
que as magoadas iras me ensinaram
a não querer já nunca ser contente.

Errei todo o discurso de meus anos;
dei causa que a Fortuna castigasse
as minhas mal fundadas esperanças.

De amor não vi senão breves enganos.
Oh! quem tanto pudesse que fartasse (aliviasse)
este meu duro gênio de vinganças!

— Sonetos de Luís Vaz de Camões

Quote posted on24/07/2011 at 5:31pm | 7 notes | (reblogue this!)
Tags:  Sonetos # Luís Vaz de Camões # erros # fortuna # amor # perdição # excesso # passado # presente # dor # mágoas # ensinar # contente # feliz # discurso # anos # trilha # caminho # castigo # esperança # engano # alívio # gênio # vingança #

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
muda-se o ser, muda-se a confiança;
todo o mundo é composto de mudança,
tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
diferentes em tudo da esperança;
do mal ficam as mágoas na lembrança,
e do bem - se algum houve -, as saudades.

Sonetos de Luís Vaz de Camões

Quote posted on20/07/2011 at 12:31am | 5 notes | (reblogue this!)
Tags:  Sonetos # Luís Vaz de Camões # mudar # mudança # tempo # vontade # ser # confiança # novo # nova # qualidade # novidade # diferente # esperança # mal # mágoa # lembrança # bem # saudades #

Contente vivi já, vendo-me isento
deste mal, de que a muitos queixar via.
Chamam-lhe amor; mas eu lhe chamaria
discórdia e sem-razão, guerra e tormento.

Enganou-me co nome o pensamento
(quem com tal nome não se enganaria?);
agora tal estou que temo um dia,
em que venha a faltar-me o sofrimento.

— Sonetos de Luís Vaz de Camões

Quote posted on18/07/2011 at 10:49pm | 15 notes | (reblogue this!)
Tags:  Luís Vaz de Camões # Sonetos # amor # contente # isento # tranquilo # calmo # queixar # discórdia # guerra # tormento # enganar # pensamento # nome # temer # dia # faltar # sofrimento #
30 Day Book and Literature Challenge

Day 8: Your favorite quotes from books.

1- “Love (…) Is want to be arrested by will;/ is to serve who wins, the winner;” - Sonetos (Luís Vaz de Camões)

2- "Love is patient, love is kind. It does not envy, it does not boast, it is not proud. It is not rude, it is not self-seeking, it is not easily angered, it keeps no record of wrongs. Love does not delight in evil but rejoices with the truth. It always protects, always trusts, always hopes, always perseveres. Love never fails.” - 1 Corinthians 13:4-7 (The Bible)

Texto posted on 30/06/2011 at 10:07pm | 4 notes | (reblogue this!)
Tags:  30 Day Book and Literature Challenge # Luís Vaz de Camões # The Bible # love # will # serve # winner # Sonetos # patient # kind # envy # boast # proud # rude # self-seeking # anger # record # wrong # delight # evil # rejoice # truth # protect # trust # hope # persevere # never # fail # Corinthians #
Sonetos de Luís Vaz de Camões

Quem diz que Amor é falso ou enganoso,
ligeiro, ingrato, vão, desconhecido,
sem falta lhe terá bem merecido
que lhe seja cruel ou rigoroso.

Amor é branco, é doce e é piedoso.
Quem o contrário diz não seja crido;

(…)Mas todas suas iras são de amor;
todos estes seus males são um bem,
que eu por todo outro bem não trocaria.

Texto posted on 19/06/2011 at 10:03pm | 2 notes | (reblogue this!)
Tags:  Sonetos # Luís Vaz de Camões # amor # falso # enganoso # efêmero # ligeiro # ingrato # cruel # rigoroso # branco # doce # piedoso # crer # ira # mal # bem # trocar # dúvida # crédito # Camões #
Sonetos de Luís Vaz de Camões

Amor é um fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence o vencedor;
é ter, com quem nos mata, lealdade.

………… ♥

Texto posted on 9/06/2011 at 10:14pm | 0 notes | (reblogue this!)
Tags:  Luís Vaz de Camões # Sonetos # amor # love #
Sonetos - Luís Vaz de Camões



Ó vós, que Amor obriga a ser sujeitos
a diversas vontades! Quando lerdes
num breve livro casos tão diversos,

verdades puras são, e não defeitos…
E sabei que, segundo o amor tiverdes,
tereis o entendimento de meus versos.

Texto posted on 26/05/2011 at 9:56pm | 0 notes | (reblogue this!)
Página 1 de 1